Setembro 30, 2022

Agricultura Internacional

Imprensa especializada do setor agrário

O mercado angolano tem um potencial de crescimento elevado

2 min read
Sobre as parcerias entre Portugal e Angola, no setor agrícola, a FertiAngola reconhece serem antigas mas constantemente em renovação, nomeadamente com a incorporação de quadros técnicos vindos de Portugal.

A sede da FertiAngola situa-se na província de Benguela, na cidade da Catumbela, cerca de 500 km a sul de Luanda. A cidade é servida pelo Porto de Lobito, que apenas a sete quilómetros das instalações da empresa, fundada em 2005, com o intuito de fornecer fertilizantes de qualidade aos agricultores do país.

Em 2006 abriu a primeira loja, o que lhe permitiu alargar a oferta para uma gama mais abrangente de fatores de produção, nomeadamente sementes, agroquímicos, pequenas ferramentas e equipamentos agrícolas.

Atualmente, avança Lourenço Rebelo, supervisor na FertiAngola, a presença da empresa faz-se através de 17 lojas, situadas em nove províncias, com previsão de abertura de mais duas ainda este ano.

A empresa foi constituída com fundos privados e atualmente conta com uma centena de colaboradores. Os produtos mais vendidos em volume são os fertilizantes, sementes e agroquímicos. Cerca de 75% do volume de negócios está direcionado para o pequeno e médio agricultor, que frequenta os espaços de conceito ‘ONE-STOP-SHOP’, e diariamente adquire pequenas quantidades.

O propósito é tendencionalmente nacional, pelo que a empresa tenta abrir as suas lojas em centros de produção agrícola, permitindo assim aos clientes um fácil acesso aos produtos (…).

Reportagem completa na Revista Voz do Campo edição de agosto/setembro 2022.

Translate »