Julho 2, 2022

Agricultura Internacional

Imprensa especializada do setor agrário

Irrigação 4.0: avanços na tecnologia facilitam gestão de equipamentos

2 min read

Sistemas inteligentes propiciam mais eficiência e dinâmica na hora de produzir

Os produtores rurais enfrentam dois grandes dilemas na hora de irrigar para produzir mais e melhor: Quando irrigar? Quanto irrigar? A administração correta da irrigação resulta em economia de água, de fertilizantes, de energia e outros insumos, além de promover crescimento da produtividade.

As respostas para essas questões têm sido cada vez mais simples com os desenvolvimentos advindos de ferramentas, aplicativos e tecnologias que caracterizam a irrigação 4.0. Equipamentos autómatos, sensores, ferramentas digitais, conectividade e acompanhamento à distância fazem parte do novo sistema de irrigação.

A plataforma Netbeat vai ao encontro desse novo conceito. Conhecida como “sistema de irrigação com cérebro”, ela permite a automatização da irrigação e da fertirrigação e o monitoramento das condições de umidade do solo, além de dados de clima, oferecendo aos produtores a possibilidade de administrar as suas atividades a partir do seu smartphone ou de qualquer outro dispositivo móvel conectado à internet.

Pioneirismo

O equipamento, desenvolvido pela israelense Netafim, teve seu uso iniciado na América Latina pela empresa capixaba Hydra Irrigações, com sede em Linhares. Elídio Torezani, engenheiro agrónomo e diretor da empresa, destaca as vantagens da tecnologia:

“É um avançado sistema de controle e monitoramento inteligente. Por meio da plataforma, o produtor sabe o que está a acontecer na sua exploração, pode monitorar todos os dados e programar a sua irrigação de forma inteligente”, disse Elídio.

Irrigação inteligente

Segundo o engenheiro, as tecnologias da irrigação 4.0 passaram a ter papel crucial na gestão da água e no aumento da produtividade.

“Diante da grave crise hídrica pela qual o País passa, a irrigação inteligente passou a ser bastante adotada pelos produtores para melhor aproveitamento do recurso hídrico e garantia da produtividade”, destacou Elídio.

Entre as suas vantagens, a irrigação inteligente permite ao agricultor a geração, o registro, o monitoramento, o armazenamento e a interpretação em tempo real de um grande volume de dados referentes a esses três campos: solo, planta e clima.

“A adoção dessas tecnologias, aliando inovação ao maneio agronómico, garante tomadas de decisão mais assertivas acerca do ‘quando e quanto irrigar’, realizando a irrigação de forma precisa, o que resulta em maiores rendimentos”, finaliza Elídio.

Translate »