Setembro 30, 2022

Agricultura Internacional

Imprensa especializada do setor agrário

À procura das melhores respostas para as necessidades da produção

2 min read

Atualmente, a produção de tomate de indústria enfrenta diversos desafios, entre os quais, a necessidade de minimizar os prejuízos causados pelas doenças, pragas e infestantes.

Contudo, a proteção das culturas está também sujeita a eventuais dificuldades, nomeadamente a pressão regulamentar sobre os produtos fitofarmacêuticos aliada às metas de sustentabilidade definidas pela União Europeia (UE) e traduzidas pela estratégia “Do prado ao prato”. Concomitantemente, a intenção de reduzir o número de produtos fitofarmacêuticos de síntese traz dificuldades acrescidas na resolução de alguns problemas fitossanitários, bem como na gestão do risco de desenvolvimento de resistências, por falta de modos de ação alternativos.

Adicionalmente, a necessidade de produzir alimentos saudáveis em quantidade, qualidade e preços acessíveis, utilizando práticas sustentáveis que permitam assegurar a proteção da água, o reforço da biodiversidade, a salvaguarda da saúde do utilizador e dos consumidores, implica ainda o desenvolvimento e adoção de tecnologias de apoio ao/à agricultor/a. Na realidade, este parece ser o caminho viável para a criação de práticas alternativas para proteger as culturas e ainda, para melhorar a eficiência e ajustar a tomada de decisão relativa aos tratamentos, por exemplo, através da agricultura de precisão e de ferramentas de previsão de desenvolvimento de pragas e doenças.

A pensar não só na produção de tomate de indústria – tão relevante no contexto português – mas também nas restantes culturas, a BASF Agricultural Solutions tem procurado ir ao encontro das necessidades de produção e do/a agricultor/a. Isto tem sido feito através de investigação e desenvolvimento de soluções inovadoras em várias vertentes da proteção de culturas, tanto contra agentes bióticos como abióticos, que têm aparentemente contribuído para a obtenção de produções em quantidade e qualidade, com o respeito pela segurança dos utilizadores, dos consumidores e do meio ambiente.

A BASF tem vindo a introduzir no mercado soluções que permitem controlar muitos dos problemas fitossanitários causados por fungos e bactérias, mais ou menos comuns na proteção de tomate de indústria em Portugal.

TRATAR MÍLDIO DE FORMA SUSTENTÁVEL

No tratamento de míldio e bacterioses, foram lançados nos últimos anos produtos como Kocide® e Cabrio® Duo – uma referência não só para o controlo de míldio, mas também de alternariose.

É de salientar ainda, os anti-míldio específicos – Orvego® e Acrobat® Top – constituídos à base de dimetomorfe. Este último, permite ainda manter um ditiocarbamato (metirame) com as mais valias associadas, na cultura do tomateiro de ar livre (…).

Desenvolvimento completo na → edição de fevereiro 2022 da Revista Voz do Campo.

Translate »