Março 2, 2024

Agricultura Internacional

Imprensa especializada do Setor Agrário

Projeto de internacionalização valoriza a localização da área de produção da Maçã de Alcobaça

Conscientes de que a internacionalização é uma alavanca indispensável para o crescimento económico do setor, a APMA – Associação dos Produtores de Maçã de Alcobaça apresentou em Óbidos o “Projeto de Promoção da Maçã de Alcobaça em Mercados Externos”, que pretende dar palco a “uma nova onda de sabor vinda de Portugal” oriunda da “única maçã do Atlântico”.

A Associação de Produtores acredita que com este projeto “a fileira da maçã, as Organizações de Produtores e os operadores individuais, se mobilizem para uma estratégia coletiva de promoção, para a criação de valor acrescentado e, em última instância, que sirva como ferramenta impulsionadora de estratégias colaborativas da venda do seu produto – Maçã de Alcobaça – por parte das PME´S que integram a APMA”. Uma estratégia que a Associação considera fundamental para contribuir para a valorização e diferenciação da Maçã de Alcobaça – IGP, a única maçã com influência atlântica, fomentando as exportações e a inovação deste produto português, ao mesmo tempo que contribui para o aumento da competitividade e visibilidade internacional de Portugal.

Em comunicado a APMA avança que “estamos perante um projeto que valoriza a localização geográfica da área de produção da Maçã de Alcobaça, potenciando as suas caraterísticas únicas e diferenciadoras: maior intensidade de sabor agridoce, de cor e de aroma”.

Pequena e particularmente saborosa, a Maça de Alcobaça é rica em fitonutrientes, antioxidantes e fibras, tornando-se perfeita para ser comida à dentada, a qualquer hora e em qualquer lugar, e fazer parte de receitas saudáveis e saborosas, sejam doces ou salgadas (…).

→ Leia este e outros artigos completos na edição de janeiro 2023 da Revista Voz do Campo.

Translate »