Julho 23, 2024

Agricultura Internacional

Imprensa especializada do Setor Agrário

Ceres Imaging expande as suas Soluções de Análise de Dados Agrícolas para o Sul da Europa

A Ceres Imaging, empresa de análise de dados que desenvolve soluções de agricultura de precisão para reduzir riscos e melhorar os resultados de sustentabilidade, anuncia a sua expansão para Portugal e Espanha.

A Ceres começou há mais de uma década em Silicon Valley, na Califórnia, e atualmente apoia muitos dos maiores proprietários de terras agrícolas do mundo a detetar ativos de baixo rendimento e a identificar oportunidades nos seus portfolios, para obter assim um maior retorno sobre o investimento. Com mais de 11 mil milhões de medições individuais ao nível da planta, recolhidas em perto de 9 milhões de hectares e em mais de 40 tipos de culturas, a Ceres consegue prever impactos nas colheitas e no retorno sobre o investimento, com meios e técnicas que outras empresas não conseguem replicar.

Como parte do seu lançamento, a Ceres formou uma equipa local de apoio ao cliente e estabeleceu uma rede de pilotos que sobrevoa as principais áreas de crescimento para obter imagens de alta resolução.

“Estamos motivados com a forma como fomos recebidos até agora na região. Pretendemos usar todo o nosso conhecimento, baseado nas experiências na América do Norte, Austrália e América Latina, para ajudar as empresas agrícolas a proteger as suas colheitas e a gerir os seus escassos recursos naturais”, disse Ramsey Masri, CEO da Ceres Imaging.

A Ceres é usada por empresas agrícolas globais para proteger o rendimento e melhorar os resultados de sustentabilidade, incluindo eficiência no consumo de água e no uso de nutrientes. Com a Ceres, os gestores podem:

• Identificar problemas que afetam as colheitas e calcular o retorno sobre o investimento das melhorias, de uma forma inacessível para outras empresas.

• Gerar relatórios sobre as principais métricas agrárias ao nível da planta, quinta ou portfolio, ou criar áreas personalizadas que se adaptam à sua maneira de trabalhar.

• Ser notificados sobre problemas de saúde da colheita, 2 a 3 semanas antes de estas serem visíveis ao olho humano e antes de afetarem o rendimento.

• Tirar partido das imagens aéreas mais precisas que existem para a agricultura, incluindo clorofila, infravermelho colorido, NDVI absoluto e relativo, imagens térmicas e de stress hídrico.

A visão holística da Ceres combina imagens de alta resolução, integrações com sensores de campo IoT e análises baseadas em satélite para prever riscos para as colheitas e ajudar os utilizadores a agir. A Ceres é única entre as empresas de análise de dados, ao oferecer imagens térmicas de alta resolução e informações ao nível da planta, com um tempo de entrega de 48 horas ou menos. Enquanto outras empresas de dados mostram pixels de um terreno inteiro, muitas vezes misturando solo e cobertura do solo com informações sobre culturas, a Ceres utiliza redes neurais convolucionais para analisar apenas as culturas e fornecer informações quantificáveis por planta. Com feedback quantitativo acerca do que está a acontecer, é mais fácil priorizar recursos e responder rapidamente às mudanças nas condições no terreno.

Os algoritmos da Ceres usam técnicas de visão computacional de ponta para identificar problemas de saúde das culturas 2 a 3 semanas antes de serem visualmente aparentes no campo. Nesta imagem 3D do Índice de Estresse Hídrico, a Ceres identifica áreas dentro de um campo onde o rendimento pode ser afetado pelo estresse hídrico
Translate »