Maio 23, 2022

Agricultura Internacional

Imprensa especializada do setor agrário

O intercâmbio no amendoal: uma ligação entre Portugal e Espanha – já começou

3 min read

Arrancou o projeto TransFarmers – Transforming Farmers’ Communities, no âmbito do programa ERASMUS+, de intercâmbio ibérico para coesão e promoção dos territórios do interior com ênfase em boas práticas na exploração do amendoal.

No início do mês de fevereiro a equipa do Food4Sustainability CoLAB visitou a província de Almeria (Espanha) – a maior região do mundo de produção de amêndoa biológica – com o intuito de visitar e conhecer o projeto agronómico e comercial da AlVelAl. A partilha incluiu visita às Quintas “Cortijo El Ciruelo”, “La Junquera” e “El Entredicho”, consideradas referências ibéricas em boas práticas regenerativas.

Nos dias 18 e 19 de abril, a equipa da AlVelAl veio conhecer a realidade portuguesa, visitando explorações de práticas regenerativas e modalidades de produção intensivo e superintensivo nas regiões de Idanha-a-Nova e Baixo Alentejo.

A equipa AlVelAl, liderada por Miguel Gomez, diretor técnico e científico e chefe de campo, teve a oportunidade de conhecer o projeto regenerativo Real Idanha, Lda – Azeite Egitânia, a exploração de Ricardo Couchinho, e as novas explorações de amendoal intensivo e super-intensivo da Agro Water Almonds e da Veracruz.

A visita contou ainda com um debate na Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo (CIMBAL) sobre os desafios e oportunidades rurais em práticas agrícolas no amendoal e olival português. A partilha de experiências terminou com a visita a duas explorações de amendoal, de diferentes dimensões, ambas com preocupações ao nível da sustentabilidade, nomeadamente, gestão da água, aplicação de produtos químicos de síntese, biodiversidade, entre outros.

Estas visitas demonstram a existência de projetos com vários graus de sustentabilidade em Portugal e Espanha. Estas práticas servirão de referência aos interessados que se poderão juntar ao intercâmbio em Espanha a decorrer entre os dias 26 e 28 de maio de 2022. Todos os interessados podem registar-se através da página web do TransFarmers.

Este projeto surge numa altura em que se assiste a um crescimento da cultura da amêndoa na Península Ibérica em particular em sistema intensivo e super-intensivo. A sua produção extensiva de amêndoa tem um papel económico e cultural importante na Península Ibérica, sendo Espanha o maior produtor mediterrânico e o segundo maior produtor mundial, com 10% da produção.  Em Portugal, a produção de amêndoa encontra-se em expansão, assistindo-se à substituição de pomares extensivos tradicionais por pomares intensivos, em particular na região de Idanha-a-Nova e no Alentejo. Encorajados a investir devido aos preços atrativos nos mercados internacionais, à reconhecida qualidade da amêndoa mediterrânea e a abundância de água, cada vez mais agricultores optam pela cultura de amêndoa e olival. No entanto, a intensificação das culturas do amendoal levanta desafios às comunidades locais, altera paisagens e provoca pressão nos recursos (solos, água e desemprego local), desafios aos quais o TransFarmers quer responder.

Para mais informações: https://pt.food4sustainability.org/transfarmers.

Translate »