Setembro 30, 2022

Agricultura Internacional

Imprensa especializada do setor agrário

Embaixada de Itália debate desafios da monitorização e combate à seca

3 min read

No dia 28 de setembro, a Embaixada de Itália debate desafios da monitorização e combate à seca

Iniciativa visa debater os efeitos da emergência ligada à escassez de água, na perspetiva das possíveis sinergias entre Itália e Portugal. 

A Embaixada de Itália em Lisboa promove o webinarSeca: Mudanças Climáticas e Gestão dos Recursos Hídricos. Desafios e Oportunidades de Colaboração entre Itália e Portugal”, em colaboração com a Câmara de Comércio Italiana para Portugal e a ICE – Agência para a promoção no estrangeiro e a internacionalização das empresas italiana. O encontro, que decorre em formato digital a 28 de setembro, visa investigar os efeitos e implicações da emergência ligada à escassez de água, na perspetiva das possíveis sinergias entre Itália e Portugal. Refira-se, ainda, que a iniciativa terá a duração de duas horas e contará com serviço de tradução simultânea em italiano e português.

O Copernicus – programa europeu de observação da Terra gerido pela Comissão Europeia e pela Agência Espacial Europeia (EMA) – definiu a seca do verão de 2022 como a pior já registada nos últimos 500 anos. Trata-se de um fenómeno alarmante que favoreceu o agravamento dos incêndios florestais e que colocou a Europa perante a necessidade urgente de melhorar os sistemas de gestão e preservação dos recursos hídricos, cada vez mais escassos. O webinar assume-se, assim, não só como uma oportunidade de debate e sensibilização sobre o estado atual do fenómeno, mas, também, como um facilitador de possíveis colaborações entre as empresas dos dois países atuantes no setor.

Combate à seca passa pela monitorização e soluções tecnológicas

A sessão de abertura do evento contará com as intervenções de Carlo Formosa, embaixador da Itália em Portugal, e José Manuel Duarte da Costa, presidente da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, estando a moderação a cargo de Santi Cianci, presidente da Câmara de Comércio Luso-Italiana. Após este momento inaugural, o evento decorrerá estruturado em dois painéis: o primeiro irá explorar as modalidades de monitorização e prevenção do risco das secas, contando, para isso, com o contributo de Nuno Banza, presidente do Conselho Diretivo do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e coordenador do Observatório Nacional da Desertificação (OND). Também Ramona Magno, responsável pelo Observatório da Seca no Instituto de BioEconomia do Conselho Nacional de Investigação italiano (CNR), participará neste primeiro momento de debate.

Já o segundo painel centrar-se-á na apresentação de soluções tecnológicas para combater a emergência da seca, sempre com a perspetiva de identificar novas oportunidades de sinergias bilaterais, com intervenções de Maria Luisa Cinquerrui, administradora da empresa italiana Smartisland Group, e Micael Couceiro, CEO da portuguesa Ingenarius. No final haverá, ainda, um momento em que o público poderá colocar questões aos oradores. Inscrições disponíveis em: https://mailchi.mp/48aab4ff4b04/webinar-seca.

Translate »