Janeiro 30, 2023

Agricultura Internacional

Imprensa especializada do Setor Agrário

Arandanos El Cierrón apresenta a variedade ‘Velluto blue’

É nas Astúrias, no Norte de Espanha, que a empresa Arandanos El Cierrón tem radicado o seu viveiro assim como cinco hectares de produção de mirtilo e um de baby kiwi, além de um campo experimental onde são testadas todas as variedades antes de serem comercializadas. Neste momento está focada na variedade ‘Velluto blue’, de colheita tardia.

A produção de mirtilos na Arandanos El Cierrón remonta a 1989, mas hoje a atividade da empresa abarca também o Viveiro, onde são produzidas plantas de mirtilos e todo o tipo de pequenos frutos de qualidade superior, que exporta para toda a Europa e Ásia.

Dedica-se também à consultoria agronómica, através da qual aconselha produtores de todo o mundo. A título de exemplo Adrían García Villar, engenheiro agrónomo e gerente da empresa refere projetos de consultoria em países como o Azerbaijão, Geórgia ou China, onde assessora um projeto de 160 hectares de mirtilos em vaso. Mas, a consultoria não se encerra na cultura do mirtilo, estende-se igualmente à framboesa, ao baby kiwi assim como à amora de dupla colheita, uma variedade muito recente produzida pela empresa.

Dedica-se também à consultoria agronómica, através da qual aconselha produtores de todo o mundo. A título de exemplo Adrían García Villar, engenheiro agrónomo e gerente da empresa refere projetos de consultoria em países como o Azerbaijão, Geórgia ou China, onde assessora um projeto de 160 hectares de mirtilos em vaso. Mas, a consultoria não se encerra na cultura do mirtilo, estende-se igualmente à framboesa, ao baby kiwi assim como à amora de dupla colheita, uma variedade muito recente produzida pela empresa.

Mais de 15 variedades de mirtilo

Ao nível do Viveiro a Arandanos El Cierrón é especializada em plantas de mirtilo, produzindo atualmente mais de 15 variedades adaptadas a todos os climas e capazes de prolongar o período de colheita. Além disso, produz e comercializa plantas de vários tamanhos, desde as que saem em vaso de 0,5L a plantas de grande porte para colheitas imediatas.

Perante o vasto catálogo de variedades de mirtilo, Adrían García Villar garante que a empresa está capacitada a oferecer a qualquer produtor exatamente o que precisa e ao melhor preço.

‘Velluto blue’ será a variedade do futuro para as colheitas tardias de mirtilo

Ainda sobre o mirtilo, a Arandanos el Cierrón está licenciada para produzir variedade ‘Rabbiteye’ como a ‘Centra blue’ ou ‘Sky blue’ e exclusividade para a mais recente deste grupo, a ‘Velluto blue’. Trata-se de uma variedade tardia que, ao contrário das mais antigas, “apresenta uma excecional qualidade de fruta, é muito produtiva e tem uma bela floração que permanece após a colheita, ao contrário de outras variedades como a ‘Ochlockonee’ que se tornam pretas”, garante o viveirista.

Além disso, a ‘Velluto azul’ é ligeiramente mais tardia que a ‘Sky blue’, tornando possível a produção de mirtilos durante os meses de agosto e setembro, em Portugal. Para Adrían García Villar esta será a variedade do futuro para as colheitas tardias de mirtilo.

No que respeita a outras espécies de pequenos frutos, a empresa espanhola produz também plantas de framboesa, amora, groselha, aronia e baby kiwi (…).

→ Leia a reportagem completa na edição de dezembro 2022 da Revista Voz do Campo.

Translate »