Março 5, 2024

Agricultura Internacional

Imprensa especializada do Setor Agrário

O que é CERES Imaging? Porque precisam os nossos produtores dela?

O que é CERES Imaging? Porque precisam os nossos produtores dela? Qual a proposta de valor da CERES Imaging?

A Ceres foi fundada há cerca de uma década em Silicon Valley, e hoje ajuda muitos dos maiores produtores a otimizar a performance das suas culturas em busca do maior retorno de investimento (ROI) possível.

Seja, com tomate, milho, vinha, olival, frutos secos, cítricos, pomóideas, a Ceres conta já com mais de 11 mil milhões de medições ao nível da planta capturados ao longo de 15 milhões de hectares e mais de 40 culturas diferentes, atuando nos USA, América Latina , Austrália e Península Ibérica, a CERES consegue modelar os impactos na produção e o retorno do investimento de forma única, a nível mundial.

A Península Ibérica tem uma tradição ancestral no cultivo dos frutos secos. O seu clima propício, solos com aptidão, e a água que, apesar de escassa, está a ser sujeita a uma rigorosa estratégia de armazenamento (Portugal, por exemplo, é à data de hoje, o país com maior taxa de crescimento em área na cultura dos frutos secos!)

A CERES permite uma aplicação eficiente e sustentável dos recursos hídricos, fertilizantes e fitofármacos num contexto agronómico onde são cada vez maiores os custos dos recursos e a mão de obra.

A visão holística da CERES combina imagens multiespectrais de alta resolução com sensores IoT e ainda informação analítica de satélites para prever os riscos na produção agrícola e ajudar os produtores a tomarem ações preventivamente. A Ceres é única entre os seus pares comerciais ao oferecer imagens de alta resolução termais e medições planta-a-planta, e com uma entrega de 48h após captura.

A Ceres consegue:
• Identificar os problemas que têm impacto na produção agrícola e calcular o ROI dos aumentos de capital de uma maneira única a nível mundial.
• Reportar as métricas essenciais respeitantes a qualquer produção agrícola ao nível da planta, da propriedade agrícola ou da cultura – ou criar relatórios personalizados por áreas, variedade, ou sector de irrigação que melhor se adequar ao produtor.
• Notificar previamente quaisquer problemas, na performance da cultura, 2-3 semanas de estes serem sequer detetados a olho nu.
• Beneficiar o agricultor com as imagens aéreas multiespectrais mais precisas do mercado, para a agricultura, incluindo: Clorofila, Infravermelhos, NDVI relativo e absoluto, térmicas e índice de stress hídrico (…).


Gonçalo Maia

Customer Success Manager / Remote Sensing Expert
CERES IBERIA (Portugal e Espanha) | 916624176 | gmaia@ceresimaging.net

www.ceresimaging.net

→ Leia o artigo completo na edição de junho 2023 da Revista Voz do Campo.

Translate »