Abril 20, 2024

Agricultura Internacional

Imprensa especializada do Setor Agrário

Especialização na produção de abacates clonais

Brokaw España, S.L. é um viveiro de árvores subtropicais localizado no sul da Espanha especializado no design e produção de abacates, mangas e outras árvores frutíferas subtropicais.

As suas quintas estão localizadas principalmente na área de Málaga, mas, dada a crescente procura de árvores de Portugal, a empresa abriu novas instalações na cidade de Cartaya, Huelva, a partir da qual está a fornecer plantas a muitos agricultores.

Brokaw Espanha tem uma experiência de mais de 30 anos. Tem capacidade para produzir mais de 1.000.000 de árvores por ano sob rigorosos padrões de qualidade, de acordo com os requisitos das normas internacionais ISO. É especializada na produção de abacates clonais e tornou-se o maior produtor mundial de plantas com este tipo de porta-enxerto. Estas plantas clonais, altamente tecnificadas, são produzidas em estufas em condições ambientais controladas após fases do método de clonagem adaptado de Frolich. Brokaw, além da Espanha, tem presença em diferentes partes do mundo, como Califórnia ou Marrocos, entre outros.

Diferença entre uma árvore de porta-enxerto clonal e uma árvore de porta-enxerto de semente

As sementes de abacate seguem uma propagação sexual. A variedade de frutos é enxertada diretamente em sementes germinadas. Estas sementes provêm da polinização das flores por insetos, pelo que ocorre uma troca de genes e cada semente é diferente. A grande variabilidade genética apresentada por esses porta-enxertos faz com que cada árvore tenha um comportamento diferente no campo. Em relação às plantas clonais, todas as plantas têm a mesma genética, sua propagação é vegetativa e não sexual. Estas plantas possuem dois enxertos (um para o padrão clonal e outro para a variedade frutífera). Ao propagar-se vegetativamente, não há troca de genes e todas as características desejáveis selecionadas são clonadas. Todas as árvores são geneticamente idênticas, o que torna o seu comportamento no campo muito homogéneo e produtivo.

É importante não confundir plantas clonais com plantas produzidas in vitro

Atualmente, é muito difícil produzir porta-enxertos in vitro a partir de material vegetal de árvores adultas (com características selecionadas e testadas) e não está disponível comercialmente. As plantas que existem no mercado com padrões de origem in vitro, hoje, são propagadas a partir de material juvenil. Este material provém diretamente de uma semente recém-germinada, fruto da reprodução sexual, portanto, apresentam uma genética desconhecida que não foi comprovada.

Outra diferença entre árvores clonais e sementes é a sua estrutura radicular. Como sabemos, o sistema radicular desempenha um papel essencial na absorção de nutrientes e água e, por sua vez, influencia a floração, produção e crescimento da árvore. As árvores com porta-enxertos clonais têm um sistema radicular muito mais fasciculado e desenvolvido (…).

→ Leia o artigo completo na edição de junho 2023 da Revista Voz do Campo, clique aqui

Autora:
Elsa Grande Abascal
Eng.ª Agrónoma da Viveros Brokaw España
www.viverosbrokaw.com

Translate »