Dezembro 8, 2022

Agricultura Internacional

Imprensa especializada do Setor Agrário

Eurostat publica os primeiros dados UE sobre desperdício alimentar

No dia 25 de outubro, o Eurostat publicou os resultados da primeira monitorização dos níveis de desperdício alimentar em toda a União Europeia (UE), de acordo com a metodologia comum proposta pela Comissão Europeia.

Em 2020, o primeiro ano da pandemia de COVID-19, foram desperdiçados na UE cerca de 127 quilogramas (kg) de alimentos por habitante. Os agregados familiares geraram 55 % do desperdício alimentar, representando 70 kg por habitante. Os restantes 45 % foram resíduos gerados em alta na cadeia de abastecimento alimentar.

A luta contra o desperdício alimentar dos consumidores continua a ser um desafio tanto na UE como a nível mundial. O desperdício alimentar doméstico representa quase o dobro da quantidade de resíduos alimentares proveniente dos setores da produção primária e do fabrico de produtos alimentares e bebidas (14 kg e 23 kg por habitante; 11 % e 18 %, respetivamente), setores em que existem estratégias para reduzir o desperdício alimentar, por exemplo, com a utilização de peças descartadas como subprodutos.

Os restaurantes e os serviços alimentares representavam 12 kg de resíduos alimentares por pessoa (9 %), enquanto a venda a retalho e outra distribuição de alimentos era o setor com a menor quantidade de resíduos alimentares (9 kg; 7 %); no entanto, o impacto do confinamento da COVID-19 nestes dois setores ainda está a ser analisado.

Mais informação:

Fonte: Comissão Europeia/ Eurostat

Translate »