Dezembro 8, 2022

Agricultura Internacional

Imprensa especializada do Setor Agrário

Estudo sobre coberturas mortas biodegradáveis, vencedor de Prémio Internacional

Espanha: Um estudo sobre coberturas mortas biodegradáveis, vencedor do Prémio Internacional de Pesquisa em Produção Biológica

O júri do XXIV Prémio Internacional de Produção Biológica ‘Núñez de Prado’, organizado pela Ecovalia e a Família Núñez de Prado, anunciou as decisões desta edição.

O Prémio Internacional de Investigação foi atribuído nesta edição a Jaime Villena Ferrer, Maria del Carmen Moreno Valencia, Marta Maria Moreno Valencia e Sara González Mora pelo seu trabalho denominado “Acolchados biodegradables en agricultura ecológica: ¿una alternativa al polietileno convencional?”

Este Prémio Internacional procura reconhecer o trabalho daqueles que estão especialmente envolvidos no desenvolvimento e promoção deste setor.

Quanto à categoria Média, o júri atribuiu o prémio à Agrosfera, programa da RTVE dedicado ao setor agroalimentar que acaba de celebrar 25 anos de transmissão.

A IFOAM Organics Europe uma federação que celebra 20 anos de defesa do desenvolvimento e integridade da alimentação e agricultura biológica na Europa, representando quase 200 organizações membros, foi reconhecida pelo seu trabalho.

Na categoria de Empresa do Ano, o júri atribuiu o prémio à Terrallana Natural, uma empresa da Quintanar de la Orden (Toledo) produtora de alho com mais de trinta anos de experiência no sector biológico.

Em Trajetória, o júri distinguiu Manuel Orellana, agricultor ecológico/biológico da Serra de Cádiz; Purificación Fernández, agricultora biológica de La Guardia (Toledo) e Nuria Yáñez, de Almazaras de la Subbética, pelo seu trabalho incansável no sector da produção biológica.

O júri também decidiu, por unanimidade, conceder o reconhecimento à figura de Juan Antonio Caballero, postumamente, pelo grande contributo dado na investigação e defesa ao longo da sua vida para o setor de produção biológica.

Na categoria de Setor, através de um sistema de votação online, o prémio foi para BioAlverde, uma empresa sem fins lucrativos promovida pela Cáritas Diocesana de Sevilha. A BioAlverde trabalha para conseguir a inserção sócio-laboral de pessoas em situações ou em risco de exclusão social, bem como para sensibilizar e aumentar o consumo justo e sustentável.

A entrega dos XXIV Prémios Internacionais de Investigação e Defesa em Produção Biológica ‘Núñez de Prado’ realiza-se no domingo, 27 de novembro, em Baena, Córdoba. O evento será acompanhado pela nomeação dos novos membros honorários da Ecovalia: Pilar Gallego, técnica da Associação Tierra Verde; o chef, apresentador e colaborador da Ecovalia, Enrique Sánchez; Juan Infante, presidente da Irmandade Gastronómica El Dornillo; Vicente Piernagorda, jornalista de Ser-Baena: El Cancionero de Baena; a Faculdade de Medicina Veterinária de Córdoba no seu 175º aniversário e a cadeia alemã de supermercados Naturkost.

Translate »