Junho 17, 2024

Agricultura Internacional

Imprensa especializada do Setor Agrário

Plano NESCAFÉ 2030 mostra progressos na transição dos agricultores para práticas agrícolas regenerativas

NESCAFÉ publicou, esta terça-feira, o seu primeiro Relatório de Progresso integrado no NESCAFÉ PLAN 2030, um programa projetado pela Nestlé para incentivar a agricultura regenerativa, reduzir as emissões de gases com efeito de estufa e melhorar os meios de subsistência dos agricultores produtores de café.

Os resultados do mais recente Relatório revelam que os agricultores estão a adotar, gradualmente, práticas agrícolas regenerativas e a melhorar os rendimentos agrícolas. Os resultados baseiam-se numa avaliação de impacto conduzida por NESCAFÉ em parceria com a Rainforest Alliance, entre 2018 e 2022, a mais de 7000 produtores de café em 14 países de onde a NESCAFÉ obtém o seu café.

As práticas recentemente adotadas incluem a cultura intercalar1, a cobertura vegetal2 e a gestão integrada de ervas daninhas3. Em 2022, as formações de agricultores sobre práticas agrícolas regenerativas, integradas no NESCAFÉ PLAN 2030, chegaram a mais de 100 000 agricultores em 14 países. Além disso, 1,4 milhões de árvores foram plantadas dentro e ao redor dos terrenos onde o café de NESCAFÉ é plantado, proporcionando áreas de sombra para evitar a exposição excessiva do café ao sol, e representando ainda fontes adicionais de receita para os agricultores.

O rejuvenescimento das árvores de café é fundamental para melhorar os rendimentos das explorações de café. Em 2022, NESCAFÉ distribuiu 23 milhões de plântulas de café de alto rendimento, resistentes a doenças e à seca, para ajudar a rejuvenescer as parcelas de café, aumentar a produtividade e reduzir o uso de agroquímicos.

Philipp Navratil, Director da Unidade de Negócios Estratégicos do Café da Nestlé, afirmou: “O Relatório de Progresso do NESCAFÉ PLAN 2030 demonstra o potencial da agricultura regenerativa para ajudar a tornar a cultura do café mais sustentável a longo prazo. Estamos a apoiar os produtores de café a fazer esta transição e estamos a fornecer-lhes o know-how e as ferramentas de que necessitam para aumentar os seus rendimentos e as receitas, enquanto ajudamos a reduzir as emissões de carbono.”

As alterações climáticas são a principal preocupação dos produtores de café nos 14 países avaliados pela Rainforest Alliance, seguidas dos elevados custos dos fatores de produção e os baixos preços das matérias-primas. A maioria dos agricultores afirma que as principais razões para o sucesso do NESCAFÉ PLAN são as compras consistentes e de grande volume, a assistência técnica regular prestada no terreno e o acesso aos mercados.

O NESCAFÉ PLAN 2030 está a desenvolver protótipos de sistemas de apoio financeiro para ajudar os agricultores na transição para práticas mais sustentáveis. Os projetos-piloto envolveram cerca de 3 000 produtores de café na Costa do Marfim, Indonésia e México, países onde os agricultores ganham, em média, menos do que um rendimento de subsistência. Estes projetos-piloto incluem o teste de incentivos monetários condicionais para recompensar a transição para uma agricultura regenerativa e o rejuvenescimento dos terrenos de café, bem como regimes de seguros contra as condições meteorológicas para proteger o rendimento dos agricultores contra os efeitos inesperados das alterações climáticas. Embora os projetos-piloto ainda estejam em curso, NESCAFÉ está a registar resultados positivos e um forte envolvimento dos agricultores.

Yustika Muharastri, Directora de Monitorização e Avaliação da Rainforest Alliance afirmou: “A Rainforest Alliance trabalha com a equipa NESCAFÉ para monitorizar e avaliar os esforços desenvolvidos pelo NESCAFÉ PLAN. Observámos tendências encorajadoras, incluindo a melhoria dos rendimentos em alguns países e o aumento da adoção de práticas regenerativas importantes, tais como a gestão integrada de ervas daninhas e pragas.  Estamos entusiasmados com o facto de a colaboração que temos em curso continuar a fornecer informações valiosas ao NESCAFÉ PLAN, apoiando ainda mais a sua ambição de melhorar os meios de subsistência de muitos mais cafeicultores.”

Plano NESCAFÉ 2030 tem como objetivo a publicação, todos os anos, de um relatório atualizado sobre a evolução do seu trabalho relativamente ao apoio às comunidades de cafeicultores na transição para práticas de agricultura regenerativa e melhoria dos seus meios de subsistência.

Consulte aqui o Relatório de Progresso do NESCAFÉ PLAN 2030 aqui.

Consulte aqui a Avaliação de Impacto da Rainforest Alliance aqui.

Translate »