Abril 20, 2024

Agricultura Internacional

Imprensa especializada do Setor Agrário

A OOWC continua a sua expansão internacional e chega a Portugal

Portugal estima que as suas exportações totais, incluindo as operações entre países comunitários e não comunitários, passem de 264 mil toneladas na campanha 2021/2022 para 280 mil toneladas em 2022/2023

O Congresso Mundial do Azeite (OOWC) deslocou-se à cidade de Beja, Portugal, para apresentar este projeto de colaboração ao sector olivícola do país e envolvê-lo na sua organização. Entre outras organizações, o evento contou com a presença da Associação Casa do Azeite e da Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP).

Com esta conferência, cujo tema principal foi “O sector do azeite, soluções tecnológicas para o seu futuro”, o CCOV pretende dar a conhecer o seu congresso aos operadores do sector em Portugal, ajudando-os a melhorar a rentabilidade das suas plantações e, para isso, contou com os melhores especialistas durante o dia.

O dia começou com a inauguração por José Godinho Calado, diretor regional de Agricultura do Alentejo; Mariana Matos, secretária-geral da Casa do Azeite; e Pedro Lopes, presidente da OLIVUM.

José Godinho Calado salientou que “apesar de existirem áreas em Portugal que estão altamente tecnificadas, é necessário continuar a avançar e a evoluir na obtenção de soluções tecnológicas que incentivem e ajudem à eficiência e, para isso, é importante e fundamental ter informação e dados que permitam tomar decisões correctas através de dados reais”.

Por sua vez, Mariana Matos lembrou a necessidade de “reunir todos os países produtores para analisar os problemas do sector e procurar soluções em conjunto, razão pela qual a OOWC é uma oportunidade muito importante para todos os operadores a nível mundial”.

Ricardo Migueláñez, coordenador do COJO, apresentou então “este projeto ao qual podem aderir todas as associações, empresas e instituições que queiram contribuir com os seus conhecimentos e experiência para que as mensagens e acções, acordadas por todos nos órgãos de decisão do COJO, possam ser amplificadas e chegar a todos os produtores e consumidores de azeite do mundo”.

O dia continuou com a mesa redonda “Soluções tecnológicas para o olival e o azeite”, que contou com a presença de especialistas do sector olivícola, como Juan Carlos Cañasveras, Diretor de Desenvolvimento Empresarial da BALAM Agriculture; Andrés Cuenda, representante agronómico de culturas lenhosas da Greenfield Technologies; Francisco Mondragão, da Escola Superior Agrária de Elvas do Instituto Politécnico de Portalegre e José Duarte, presidente da Cooperativa de Moura e Barrancos e diretor da Confederação de Agricultores Portugueses (CAP).

Os membros da mesa redonda analisaram a situação atual do sector em termos de nível de tecnificação, colocando em cima da mesa possíveis soluções tecnológicas que ajudarão o sector a cumprir as suas exigências e, sobretudo, as novas regulamentações que virão da União Europeia em matéria ambiental e outras.

A mesa redonda incluiu também a apresentação da “Sultana”, a nova variedade de azeitona que a BALAM Agriculture lançou no mercado para revolucionar a plantação em alta densidade. A “Sultana” apresentou características que se destacaram entre os mais de 1400 genótipos que passaram pelas diferentes fases de avaliação.

O azeite é uma das jóias da nossa alimentação, o ouro líquido de países como Portugal, com uma grande tradição olivícola que remonta a séculos. De acordo com estimativas do Conselho Oleícola Internacional (COI), da Comissão Europeia e do próprio sector, Portugal é o quarto maior produtor de azeite da Europa, com uma estimativa de 125 mil toneladas para a campanha 2022/2023, menos 39,4% do que na campanha anterior, enquanto o consumo é de 61 mil toneladas. No que respeita às exportações totais, incluindo as operações entre países da União Europeia e países terceiros fora da União, Portugal espera aumentar 6% e atingir 280.000 toneladas durante a campanha 2022/2023.

Informação instantânea

Entre as ferramentas de comunicação que os organizadores do congresso desenvolveram está a aplicação móvel ‘Olive Oil World Congress’, disponível para Android e IOS em espanhol e inglês.

Para descarregar a APP é necessário aceder ao Google Play na versão Android ou através do seguinte link: play.google.com/store/apps/details?id=sentidocomun.apps.oliveoilworldcongress, e no caso da versão IOS através da APP Store entrando no seguinte link: apps.apple.com/us/app/olive-oil-world-congress/id1672583400. Mas isso não é tudo, porque através da APP os utilizadores que a descarregarem ficarão em contacto com os profissionais do sector graças à “Olive Oil Network”, uma plataforma onde qualquer pessoa que se registe pode contactar outros operadores registados, partilhar projectos, desenvolver negócios e trocar informações sobre produção, transformação e mercados.

Translate »